Aline Pinho

Duas medalhas de ouro e uma de prata. Essas foram as conquistas do atleta da APMDFESP, Carlos Eduardo Valério, na modalidade Tênis de Mesa durante as Paralimpíadas Universitárias. O jovem de 20 anos levou o título da Classe 8 nas categorias individual, em dupla e em equipe.

O atleta, que treina na APMDFESP desde 2012, conheceu o esporte ainda na infância quando jogava ping-pong durante as aulas de Educação Física da escola. Ele mostrava-se habilidoso na modalidade e, por incentivo de um amigo, conheceu a Associação. Na APMDFESP, ele conseguiu evoluir com o apoio dos técnicos Reinaldo Yamamoto e Alessandro Suguimoto e demais atletas.

Os resultados da competição fazem com que o estudante se dedique ainda mais ao esporte. “Estou orgulhoso de mim mesmo. Minha família também fica feliz porque vê até onde cheguei. Treinei bastante para disputar com atletas fortes, paraolímpicos profissionais e graças a Deus consegui ser o melhor do Brasil na Classe 8. Isso mostra o quanto venho evoluindo e só tenho a agradecer o apoio de todos da Associação que confiam em mim e me apoiam”, comemorou Carlos Eduardo, que treina quatro vezes por semana durante três horas na sede da APMDFESP.

Para o técnico Yamamoto, a vitória é muito gratificante e ressalta a importância do apoio da Entidade para os atletas continuarem competindo. “O Cadu começou desde o início e conseguiu se desenvolver no esporte. Cada conquista é uma motivação para que continuem superando limites. A iniciativa da APMDFESP auxilia na reabilitação física dos portadores de deficiência, além de ajudar na recuperação da autoestima e na reintegração social”, avaliou.

As competições ocorreram entre os dias 25 e 26 de julho, no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, e tiveram a participação de 382 atletas de 21 estados, além do Distrito Federal.