Aline Pinho

O diretor de Patrimônio da Associação dos Policiais Militares Portadores de Deficiência do Estado de São Paulo (APMDFESP), Alexandre Miragaia, dará andamento da solicitação, feita pela Entidade ao Coronel Tadeu, referente à doação de cateter com revestimento hidrofílico para os associados. 

Encontro aconteceu na última terça-feira (16).

A APMDFESP fará um requerimento por meio do Hospital da Polícia Militar (HPM) e irá apresentar a necessidade do projeto para a Coronel Maria Cecília Araújo, o que será feito nos próximos dias. Somente após esse protocolo, Coronel Tadeu terá acesso ao pedido da Associação.

Miragaia ressalta a importância de modernizar os cuidados com a saúde da pessoa com lesão medular. “O objetivo dessa solicitação é oferecer aos nossos associados um tratamento digno para que possam ter menos incidência de infecções urinárias e uma vida mais independente”, afirmou.