APMDFESP emociona população em Desfile de 7 de setembro

Membros da APMDFESP que participaram do desfile Membros da APMDFESP que participaram do desfile

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Calor humano e muita emoção: assim foram recebidos dos integrantes da APMDFESP que participaram na manhã deste 7 de Setembro do Desfile Cívico no Anhembi, São Paulo.

Os Associados da Entidade que vieram de diversas cidades do Estado se juntaram aos Associados da Capital e Grande SP e, além de participarem do desfile, tiveram momentos de descontração e todos sentiram orgulho em desfilar representante a Associação.

Outras Entidades e Organizações Militares participaram do desfile, mas no momento que o locutor do desfile narrava o histórico dos GUERREIROS da APMDFESP que estavam desfilando o público se levantava e aplaudia - de pé - os GUERREIROS que em defesa da sociedade foram vítimas da violência.

O presidente Antônio FIGUEIREDO Sobrinho afirmou que "a cada ano é uma emoção diferente participar do desfile. É um momento que podemos mostrar para a sociedade o trabalho da APMDFESP, e para nós, o orgulho de ter servido a sociedade".


ATENÇÃO ASSOCIADOS: UMA REDE DE VANTAGENS E DESCONTOS JÁ ESTÁ À SUA DISPOSIÇÃO!

A APMDFESP acaba de fechar uma parceria com um Clube de Descontos e Benefícios que oferece a todos os nossos associados descontos de 10 a 60% em inúmeros produtos e benefícios, sem que o quadro associativo tenha nenhum custo adicional na mensalidade para desfrutar dessas vantagens.

Basta acessar o portal e usufruir dos descontos e promoções das milhares de empresas dos setores de lazer, cultura, turismo, esportes, tecnologia, vestuário, eletrodomésticos, acessórios, serviços e muito mais. O portal é atualizado constantemente e os descontos e promoções vão trazer muitas surpresas para o associado e toda a família. Acesse já o portal! http://www.beneficiosevantagens.com.br/apmdfesp

ADVOGADO DA APMDFESP FALA À RÁDIO JUSTIÇA SOBRE PMs VÍTIMAS DA VIOLÊNCIA

Policiais mortos e feridos são reflexo do descaso dos governos estaduais com a segurança pública e com seus funcionários. Comentários de Fernando Capano.

Ouça a entrevista do Advogado Fernando Capano sobre a situação legal-institucional dos policiais mortos e feridos e suas famílias. Clique no link e dê um “play” no áudio logo abaixo do título da reportagem.

http://www.radiojustica.jus.br/radiojustica/noticia!visualizarNoticia.action?menuSistema=mn314&entity.id=385916#

 

JURÍDICO DA APMDFESP CONSEGUE MANDADOS DE SEGURANÇA PARA ASSOCIADOS NECESSITADOS DE CATETER COM REVESTIMENTO HIDROFÍLICO

 

O Departamento Jurídico da APMDFESP, neste caso através da atuação do Dr. Rafael Gomes de Araújo, conseguiu mandados de segurança para garantir que dois associados tivessem acesso aos cateteres com revestimento hidrofílico, material que lhes geraria um custo mensal de mais de dois mil reais.

O cateter sem esse revestimento, inserido com uso de gel, costuma causar micro-traumas uretrais, com consequente dor, sangramento e infecções urinárias. Estudos publicados em revistas científicas já comprovaram que o cateter com revestimento hidrofílico exerce força de fricção de retirada significativamente menor, diminuindo os micro-traumas, retardando as infecções, o tratamento com antibióticos e o tempo de reabilitação de pacientes com lesão medular.

Foram contemplados com esse material, através das decisões judiciais,  os associados Joaquim Soares de Oliveira Junior e Carlos Abraão da Silva – este último, no mesmo dia em que foi pedida a liminar.

Para agendar sua consulta com o nosso Departamento Jurídico, verifique os horários na primeira página do nosso site, do lado esquerdo. Ligue: (11) 2262.9500.

Joaquim Soares de Oliveira Junior

Sr. Carlos e esposa Marineuza

 

JURÍDICO GANHA AÇÃO E ASSOCIADO É FINALMENTE PROMOVIDO

O Soldado Eduardo Aparecido Faria foi reformado em 2010 após um acidente e tinha direito à promoção que nunca veio. Faltando apenas dois meses para prescrever o seu direito de reclamar judicialmente, em 2016 ele procurou o nosso jurídico. Foi um corre-corre. Mas deu tempo de ajuizar a ação. O que poderia ter levado anos para se resolver, foi julgado em junho passado. Ele conseguiu a promoção à graduação imediatamente superior – foi a Cabo – bem como o pagamento das diferenças salariais desde a época em que passou à inatividade: quinquênio e sexta-parte, desde que ajuizou a demanda, corrigidos e acrescidos de juros. Parte dos retroativos depende de uma planilha que está sendo elaborada e ele deve receber em breve. “Fui para Aparecida do Norte e também conheci Curitiba”, conta o associado,  todo feliz. Nós lhe desejamos outras boas e merecidas viagens, Cabo Eduardo.