Evento Eterno Guerreiro

Medalha Eterno Guerreiro (2013)medalha

 

APMDFESP homenageia os que lutam  por um mundo mais justo em cerimônia emocionante

Nem mesmo a chuva e o excesso de veículos que causaram a lentidão  de 245 km  registrada ontem (16/10), por volta das 19h, na capital paulista, impediram a presença  de mais de 300 pessoas  na cerimônia de  entrega da Medalha Eterno Guerreiro. A condecoração é dada pela Associação dos  Policiais Militares Portadores de Deficiência do Estado de São Paulo (APMDFESP)  a membros da sociedade que colaboram com seu trabalho e atuação para uma  sociedade mais justa.
O evento aconteceu no Salão Nobre da Câmara Municipal, às  20h e contou com a participação de várias autoridades tendo como mestre de  cerimônias Luis Eduardo Peres Damasceno (diretor  do Departamento de Participação e Fomento de  Políticas Públicas da secretaria municipal do Verde e Meio Ambiente de São  Paulo).
Estiveram também presentes na cerimônia: vereador Coronel  Camilo (que presidiu a mesa), General Adhemar da Costa Machado Filho  (Comandante Militar do Sudeste), Leônidas Pantaleão de Santana (Subcomandante Coronel  da Polícia Militar), Otoniel Lima   (Deputado Federal), vereador Coronel Camilo, Elcio Inocente (presidente  da APMDFESP) e vários diretores da associação.
Esse ano, 33 representantes da sociedade receberam a  homenagem, entre eles: Ricardo Izar (Deputado Federal que não pode comparecer e  enviou sua mãe, Marisa Mauad Izar, para receber a medalha), Cabo PM Cruz (que  trabalha na Diretoria de Pessoal da Polícia Militar) e os Soldados PM Feitosa e  Salviatto (que recentemente prenderam assaltantes na capital paulista em cena  registrada pelas câmeras de TV e amplamente divulgadas e compartilhadas na  internet).
A homenagem teve cerca de duas horas de duração e contou com  momentos que sensibilizaram os presentes como a apresentação do Soldado PM  Almeida, que interpretou a música Soldado Ferido. Em todos os discursos feitos  pelas autoridades que compuseram a mesa foi citado o trabalho da APMDFESP junto  aos policiais militares e suas famílias. Após os pronunciamentos, houve o  encerramento da cerimônia.
Antes de se encaminhar para o espaço onde foi servido o coquetel,  a Soldado PM Feitosa falou como se sentiu ao receber a medalha. “É o  reconhecimento de um trabalho, de tudo o que a gente faz todos os dias”. Seu  colega, Soldado PM Salviatto complementou: “É muito gratificante. Essa foi a  primeira vez que fomos reconhecidos pelo trabalho. E esse tipo de situação é  diário. É nosso serviço”.

Galeria de Fotos APMDFESP

 

Veja abaixo como foi a entrega da Medalha Eterno Guerreiro nos anos anteriores.