Home Associado com quadro de tetraplegia consegue melhoras funcionais após programa de reabilitação
« Home »
20 jun, 2017 Comments: 0

Associado com quadro de tetraplegia consegue melhoras funcionais após programa de reabilitação

Tags
Plurk
Share this

Dr. Daniel Borro e a fonoaudióloga Regina Veleiro fazem parte da equipe de profissionais da APMDFESP e acompanharam a evolução do Soldado PM Thiago Bispo da Silva

“Três anos atrás, quando estava com 26 anos, sofri  uma tentativa de homicídio em horário de folga por ser policial. Estava no meu carro, o bandido veio na porta, disparou seis vezes e foi embora. Um dos tiros acertou meu pescoço, afetou minha cervical e perfurou meu pulmão. Estava na PM havia quatro anos. Fiquei 60 dias internado. E desde o início a associação deu apoio para minha família.

Meu filho, com sete anos na época, precisou de suporte psicológico. Quando saí do hospital me ofereceram tudo o que eu precisava: cadeira de rodas, de banho, sondas, todo o material para curativo. Fiz a reabilitação com fisioterapeuta, fonoaudióloga, tive sessões de equoterapia. E fui recebendo da instituição informações sobre como seria minha vida a partir dali, os maiores obstáculos, as adaptações.

Isso foi muito importante naquele momento: o presidente e os diretores me estimulando a tocar a vida dali para a frente. Eles me passaram a experiência deles nesse período de transição e de como enfrentar os obstáculos.  Um tempo depois acabei entrando na equipe de tênis de mesa da associação.

Ainda continuo fazendo fisioterapia uma vez por semana. Estava na condição de tetraplegia irreversível e não era esperado uma melhora. Fiquei de três a quatro meses assim. Mas aqui conseguiram melhorar meu quadro. O fisioterapeuta responsável foi o Dr. Daniel Borro. O trabalho dele é ótimo. Aliás, de toda a equipe. Como fiz traqueostomia, tive de fortalecer a parte pulmonar e passei pela fonoaudióloga, Dra. Regina Veleiro. E, ainda hoje, mensalmente, recebo sondas, gazes, luvas, bolsas coletoras.

As pessoas precisar reavaliar a questão de se associar.  Quando o PM realmente precisa é a única associação que  tem o compromisso de ajudar e não apenas o sócio, mas toda a família.”

 

Soldado PM Thiago Bispo da Silva

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *