Home “Equipe de profissionais é muito atenciosa”, comenta Sargento PM, pai de gêmeos atendidos pela associação
« Home »
12 jun, 2017 Comments: 0

“Equipe de profissionais é muito atenciosa”, comenta Sargento PM, pai de gêmeos atendidos pela associação

Tags
Plurk
Share this

 

Sargento PM Luis Carlos Xavier dos Santos Filho, casado com Adriana Cristina Pereira Xavier dos Santos, pais dos gêmeos Guilherme (à esq.) e Gustavo, de 8 anos.

“Me associei em 1999, quando fazia o curso de Sargento,  após ver palestra com um PM cadeirante. Me interessei pela proposta de dar suporte aos colegas. Nunca imaginei que iria precisar. É a primeira vez que utilizo os benefícios da associação. Quando minha esposa estava com 15 semanas de gestação foi detectado no ultrassom a síndrome de transfusão feto-fetal, um desequilíbrio no fluxo de sangue para os bebês.

Foi feito uma ablação a laser para resolver a questão. Mas o Gustavo, por falta de oxigenação no cérebro, nasceu com problemas na coordenação motora do lado direito, dificuldade na fala e um leve atraso em relação ao irmão. Os dois fizeram o exame do pezinho no hospital e deu tudo bem. Mas aos seis meses o levamos ao neurologista porque o Guilherme dava cambalhota e o Gustavo mal se apoiava. Soubemos após a ressonância que ele tinha hemiparesia. Aos oito anos ele começou tratamento na AACD. Todos foram super atenciosos com ele, que ficou lá por cinco anos. Ganhou alta porque já havia conseguido certa independência, mas com indicação para continuar o tratamento.

Procuramos a APMDFESP porque a professora pediu avaliação neuropsicológica do Gustavo para saber se ele faria parte do programa de inclusão da escola. Aqui fizemos entrevista com o fisiatra, trouxemos a documentação do pediatra e passamos pela equipe de profissionais da entidade: fisioterapeuta, fonoaudióloga, terapeuta ocupacional e concluíram que ele deveria fazer fisioterapia e ser acompanhado pela fonoaudióloga. E o Guilherme acabou virando paciente da fono também porque tem um problema de dicção.

Começamos no final do ano passado e só tenho que agradecer à APMDFESP. O Gustavo, que não lia, começou a ler. E nós agora  compreendemos melhor o que ele quer. A evolução tem sido muito boa. A equipe de profissionais é muito  atenciosa, gente que gosta do que faz. No final de cada uma das sessões nos dão retorno e direcionam para dar continuidade em casa.”

Sargento Luis Carlos Xavier dos Santos Filho, casado com Adriana Cristina Pereira Xavier dos Santos, pais dos gêmeos Guilherme e Gustavo, de 8 anos.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *