ATENÇÃO! A DATA DA OUTORGA DA MEDALHA ETERNO GUERREIRO MUDOU
Em virtude da substituição do feriado estadual do Dia do Funcionário Público, que passou do dia 28/10/2014 para 31/10/2014 e que suspende o expediente nas repartições públicas estaduais, a cerimônia da outorga da Medalha Eterno Guerreiro foi transferida para o dia 7 de novembro de 2014. O local e horário permanecem os mesmos.

(Foto: Divulgação) Elcio Inocente, presidente da APMDFESP

CONVITE
O presidente da APMDFESP e sua diretoria têm a honra de convidar todos os associados, familiares e amigos da associação para a cerimônia de entrega da Medalha Eterno Guerreiro.
No evento serão homenageados os membros da sociedade civil e militar que se dedicam a valorizar o Policial Militar, nossa honrada corporação e que também atuam no sentido de tornar a sociedade mais justa para todas as pessoas.

Data: 7 de novembro de 2014 - Horário: 20h

Local: Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. Avenida Pedro Álvares Cabral, 201, Parque Ibirapuera - Auditório Franco Montoro

Traje: Esporte fino

Contamos com sua presença!

Elcio Inocente
Presidente da APMDFESP

Destaques

 

Comunicado

APMDFESP recorrerá da decisão do juiz de 1ª instância quanto ao direito dos associados com relação à conversão para a URV em 1994

Leia Mais

Campinas

Sargento Nogueira dá cursos de mergulho para associados da APMDFESP e dependentes que moram nessa região

Leia Mais

URV

Departamento jurídico da APMDFESP orienta associados a entrarem com ação individual

Leia Mais

Jurídico

Evandro Capano (foto) ganha processo de associado da APMDFESP e Cabo PM acusado de duplo homicídio é inocentado; leia mais

Leia Mais

Vencimentos

Ciaf divulga tabela completa de vencimentos com base na Lei Complementar 1249/2014, em vigor a partir do dia 1/8

Leia Mais

7 de Setembro

Desfile da APMDFESP é aplaudido e ovacionado por mais de 20 mil pessoas no Sambódromo do Anhembi

Leia Mais

Entrevista

Membro da APMDFESP dá depoimento sobre as dificuldades pelas quais passa no dia a dia para matéria exibida no São Paulo No Ar, da Record

Leia Mais

Esclarecimento

Equipe jurídica da APMDFESP foi a única responsável pela defesa e pedido de liberdade provisória de PM que matou camelô na Lapa

Leia Mais

Piscina Terapêutica

Conheça o espaço na APMDFESP onde os associados podem fazem hidroterapia

Leia Mais

RETP

Soldado PM Reformado Aparecido Gonçalves de Oliveira dá seu depoimento sobre processo ganho pelo Depto. Jurídico da APMDFESP

Leia Mais

Medalha Eterno Guerreiro

Eterno Guerreiro

 

A APMDFESP, todos os anos, presta homenagens a diferentes representantes da sociedade que, direta ou indiretamente, demonstram a importância de valorizar os portadores de deficiência. Leia mais »

HOLERITE

➜ Diretoria de Finanças e Patrimônio – Centro Integrado de Apoio Financeiro
pol_mil
Polícia Militar do Estado de São Paulo

acesse aqui [+]

➜ Autoatendimento para beneficiários

SPPREV - Voltar ao início

São Paulo Previdência

 acesse aqui [+]

Saiba como entrar com ação individual para receber recomposição das perdas havidas com a conversão da URV

Muitos associados têm nos procurado para entrar com Ação Individual para receber recomposição das perdas havidas com a conversão da URV em 1994. E o Departamento Jurídico da APMDFESP estimula essa iniciativa como forma de aumentar as chances de ganho da causa.  “Há o entendimento na Justiça de que certas ações têm de ser obrigatoriamente individuais. Foi pensando exatamente nessa brecha jurídica, que a instituição decidiu incrementar a possibilidade de ganho dos associados. Além da ação civil pública, orientamos nossos associados para que entrem em contato com o departamento jurídico e façam a propositura também de maneira individual. Os dois tipos de ações se complementam, não se excluem. Se não ganhar em uma, pode ganhar na outra”. Para a ação civil pública é necessário apenas ser associado à APMDFESP no trânsito da ação em julgado e, com êxito, 5% do valor recebido pelos associados habilitados na execução da Ação Civil Pública serão revertidos em honorários para os advogados.

 

Documentos necessários para Ação Individual

Aqueles que queiram entrar também com ação individual devem preencher a procuração, o contrato de honorários (em caso de ganho da ação, 20% do valor recebido serão revertidos para os advogados da APMDFESP) e a declaração de hipossuficiência (necessária para litigar sem pagar as custas do processo).

Todos estes documentos podem ser retirados ou enviados por e-mail para impressão do associado bastando, para isso, contato com nosso departamento jurídico. Eles devem ser entregues junto com cópias simples do holerite atual do Policial Militar e de um comprovante de residência.

O Departamento Jurídico está formando grupos de 30 policiais para cada processo. Assim, após a entrega dos documentos, depois de um período de 60 dias, em média, a ação estará ajuizada.

Fonte: Fernando Capano, responsável pelo Departamento Jurídico da APMDFESP

Advogado da APMDFESP consegue liberdade provisória para PM que matou camelô na Lapa

“Recebi o reajuste do RETP”

Comunicado sobre a ação da URV

Nota de esclarecimento: advogados da APMDFESP foram os responsáveis pela defesa e pedido de liberdade provisória do PM que matou camelô na Lapa

 

 

 

 

 

“Recebi o reajuste do RETP”

Soldado PM Reformado aparecido Gonçalves de Oliveira entre o presidente da APMDPFESP, Elcio Inocente e o responsável pela área jurídica, Fernando Capano

Soldado PM Reformado Aparecido Gonçalves de Oliveira entre o presidente da APMDPFESP, Elcio Inocente e o responsável pela área jurídica, Fernando Capano

“Recebi o reajuste do RETP. Entrei com esse processo em 1997 e demorou 13 anos. Mas sempre acreditei no jurídico da APMDFESP, que é muito eficaz, trabalha muito bem. Nunca desisti e confiei plenamente. Tenho também uma ação de reajuste do ALE, outro processo com o qual entrei há uns 3 anos. Sempre fui muito bem atendido. o Senhor Pytel, diretor jurídico da entidade,  sempre me dava orientações ou, então, o doutor Fernando Capano. Além desses processos, eles também me aconselhavam em outras situações. Recomendo o jurídico da APMDFESP para todo mundo.”

Soldado PM Aparecido Gonçalves de Oliveira

Soldado PM fala da importância do apoio da APMDFESP após acidente de moto

O Soldado PM Thiiago Gonçalves de Andrade (em pé), ao lado de Rogério Praxedes Marcolino, representante da APMDFESP na Zona Oeste

O Soldado PM Thiiago Gonçalves de Andrade (em pé), ao lado de Rogério Praxedes Marcolino, representante da APMDFESP na Zona Oeste

“É com satisfação que elogio e agradeço à APMDFESP, principalmente o representante da Zona Oeste, SGT. PRAXEDES e sua equipe. Em 7 de maio de 2013, sofri um acidente de trânsito: um veículo colidiu na minha moto e me arremessou em um poste metálico. O condutor fugiu. Tive fratura de fêmur, tíbia e fíbula. Fui socorrido,  submetido a uma cirurgia e quando noticiei minha situação ao Praxedes, na hora e sem medir esforços, ele me apoiou:  disponibilizou carro para minha saída do hospital para minha residência e todos os materiais cirúrgicos, para a reabilitação (cadeira de roda, muleta, andador, cadeira de banho, etc.) e cesta básica. E, também, locomoção com um carro apropriado para me levar às consultas pós-cirúrgicas. Em uma ocasião, não havia motorista disponível e o Praxedes, veio pessoalmente à minha casa. Todos os adjetivos são poucos para a gratidão que tenho por esta pessoa. Ainda hoje recebo uma ajuda de cesta básica mensalmente. A APMDFESP está até os dias de hoje me ajudando ainda pois estou afastado para tratamento médico”.

Soldado PM Thiago Gonçalves de Andrade .